Câmara impede regalias a políticos na nova repatriação

Brasília, quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017 - 10:10

POLÍTICA

Câmara impede regalias a políticos na nova repatriação


Por: Marciele Brum

Iniciativa da Bancada do PCdoB evita que mudança na lei facilite a legalização de recursos oriundos de corrupção.

Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade, na noite desta quarta-feira (15), destaque do PCdoB que excluiu do projeto de lei que reabre o prazo de regularização de ativos (PL 6568/16) a possibilidade de parentes de políticos, ex-parlamentares e agentes públicos aderirem ao programa. A exclusão é essencial para evitar que investigados usem familiares para repatriar recursos oriundos de corrupção. 

Esta é a primeira vitória em Plenário da deputada Alice Portugal (BA) como líder da Bancada Comunista na Câmara em 2017. “Estados e municípios precisam de socorro em meio à crise que o governo ilegítimo disse que resolveria. Mas conseguimos fazer com que o projeto fosse mais sério do ponto de vista tributário. Melhoramos essa lei, reduzimos o dano para o Brasil. Ajudamos o país a melhorar”, destacou a líder ao final da votação.

A lei atual de repatriação excluiu do programa agentes públicos e seus parentes, mas o relator na Câmara, deputado Alexandre Baldy (PTN-GO), decidiu permitir a adesão de parentes. Deputados comunistas, no entanto, viram na medida a probabilidade de legalização de dinheiro eventualmente colocado no nome de parentes por políticos investigados.

Para a vice-líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (RJ), o PCdoB conseguiu evitar um grande “escândalo”. “A repatriação já é lei. O PCdoB fez um grande esforço para transformá-la numa lei correta no ano passado. Esse novo projeto fazia que quem não cumprisse a lei fosse beneficiado. Seria um prêmio ao ilícito. Era uma nova cobertura sem punição a novos agentes.”









Últimas notícias

Notícias relacionadas

Sobre nós
Contatos

Área Restrita
Login
Liderança do PCdoB na Câmara dos Deputados
Praça dos Três Poderes, Câmara dos Deputados, anexo II, sala T-12
Brasília-DF - 70160-900 - Telefone: 55 (61) 3215-9732
ascompcdobcd@gmail.com